Tratamentos de Peeling têm Melhores Resultados no Frio

É durante o Verão que desejamos estar em topo de forma e com o melhor aspecto possível, mas o rejuvenescimento facial através de peeling é mais eficaz durante os meses frios de Inverno.

 

Um peeling no Inverno é mais eficaz

A razão para isto encontra-se no facto de que durante o Verão a exposição solar mais extensa é agressiva para a nossa pele. Desidratação, queimaduras solares e aparecimento de manchas são apenas algumas das consequências de uma relação demasiado próxima com a luz solar durante o Verão.

Pelo contrário, durante o Inverno os raios UV são menos intensos e a exposição solar menor. Em consequência, os resultados positivos de um peeling acabarão por durar mais tempo, mantendo o seu rosto tonificado e a pele uniforme. Ao mesmo tempo, como os raios UV têm efeitos danosos para a saúde da pele, a sua menor agressividade durante o Inverno significará uma recuperação mais rápida.

O Inverno é também a altura do ano em que os sofredores de rosácea podem esperar agravamento na sua condição e por razões bem antagónicas: por um lado temos o frio gélido no exterior, secando e agredindo a pele, enquanto no outro extremo temos o calor por vezes excessivo do aquecimento doméstico. 

Finalmente, o mesmo frio que poderá agravar a rosácea poderá agravar os surtos de acne em peles propensas. A pele com tendência oleosa tenderá a secar com a exposição ao vento e em consequência produzirá ainda mais gordura, exacerbando o acne.

Menos tempo de recuperação, maior duração dos efeitos positivos, e acrescida facilidade na manutenção de acne e rosácea são razões mais do que suficientes para procurar um peeling suave durante o tempo invernal.

 

Qual o peeling mais indicado

Se decidiu optar por um peeling durante o tempo de Inverno, é ainda necessário estabelecer qual o mais adequado. 841146023a rugas

Tradicionalmente, estes procedimentos estéticos podem ser divididos em peelings superficiais, médios ou profundos. Um peeling superficial é obviamente menos agressivo e portanto deve ser repetido mais frequentemente, mas durante o Inverno, com a pele em condições adequadas de saúde, pode ser a melhor opção para manutenção, inclusivamente da rosácea.

Determinar qual o procedimento necessário é no entanto hoje uma ciência exacta que beneficia de alguns avanços técnicos interessantes no campo da fotografia ultravioleta. Este tipo de fotografia que recorre ao espectro ultravioleta penetra mais profundamente na pele e por isso ajuda-nos a determinar a profundidade dos danos infligidos pelas agressões diárias, consequentemente auxilia-nos na decisão por um peeling mais ou menos profundo.

Dependendo de se sofre de rosácea ou não, mais do que a profundidade do peeling, importa o seu princípio activo, pois um peeling agressivo danificará a pele e agravará a condição. Nestes casos, o ácido glicólico parece ser a melhor esperança para a esfoliação da pele, tendo vindo a mostrar resultados interessantes na melhoria ou manutenção da rosácea, graças a uma acção superficial que não deixa de ajudar a suavizar as irregularidades características da rosácea.

De resto, aplicam-se os mesmos princípios de segurança, quer o peeling seja feito de Inverno ou no Verão. Mesmo de Inverno será necessário proteger convenientemente a pele, sob pena de se perderem os benefícios do procedimento. A manutenção da higiene da pele deve igualmente levar em consideração que a epiderme se encontra vulnerabilizada, requerendo atenção especial e a utilização de cosméticos suaves que não agravem as inflamações resultantes da rosácea. A maquilhagem está por isso considerada como fora de limites, pois a pele fragilizada pode reagir mal ao contacto com algumas das substâncias utilizadas nos cosméticos.

Quer procure um peeling Invernal para prolongar os seus efeitos ou combater os expectáveis surtos de rosácea, deve contactar um dermatologista para obter uma clarificação quanto às opções que poderão ser-lhe disponibilizadas.

Uma coisa é certa: o Inverno é a melhor altura do ano para considerar o recurso a um peeling.

 

1 comentário a “Tratamentos de Peeling têm Melhores Resultados no Frio

  1. Pingback: Peeling e Inverno: Uma combinação PERFEITA - Clínica Dermatológica Carolina CoelhoClínica Dermatológica Carolina Coelho

Deixe uma resposta