Faça a sua pergunta

Blog - Artigos relacionados com Hiperidrose

Hiperidrose: tratamento com Botox®
Sintomas da hiperidrose A hiperidrose caracteriza-se pela transpiração anormalmente aumentada, muito para além do necessário para a...
Transpiração das mãos: Tratamentos
Casos há em que pacientes relatam sofrer de transpiração excessiva de forma constante, nomeadamente em zonas localizadas como as palmas das mãos....
Hiperidrose - Como tratar?
Tratamentos com e sem cirurgia Tratamentos sem cirurgia Existem diversos tratamentos disponíveis para a hiperidrose. O Botox® é uma das...

Hiperidrose

hiperidroseO que é Hiperidrose?

A hiperidrose caracteriza-se pela transpiração anormalmente aumentada, muito para além do necessário para a regulação da temperatura corporal. Normalmente, a hiperidrose provoca mãos frias e húmidas, desidratação e infecções secundárias na pele. No seu estado extremo, pode provocar, inclusive, a maceração da pele.

A hiperidrose também tem consequências a nível psicológico e do estilo de vida das pessoas, uma vez que quem padece de hiperidrose, normalmente, não consegue realizar algumas tarefas consideradas rotineiras.

Evitam-se os apertos de mão, escondem-se as embaraçosas manchas de suor nas axilas e, quanto ao contacto com os outros, só o imprescindível.

Para saber mais sobre a hiperidrose e os tratamentos disponíveis, contacte-nos pelo telefone +351 213 714 116 ou pelo endereço de e-mail geral@derme.pt.

 

Tratamentos da Hiperidrose

Os anti-transpirantes de aplicação tópica revelam-se, na maioria dos casos, insuficientes para o controlo da hiperidrose quer axilar, quer das mãos e pés. A maior parte deles recorre ao uso de sais de alumínio na sua formulação, que podem ter um efeito irritativo cutâneo.

De entre os tratamentos mais utilizados para combater a hiperidrose inclui-se o recurso à infiltração local de toxina botulínica tipo A (Botox, Azzalure, Dispor, Boccoture,…) que funcionam como inibidores do funcionamento das glândulas sudoríparas, sendo que os efeitos duram entre 9 a 12 meses.

O recurso à ionização local (iontoforese) é uma técnica relativamente eficaz mas que necessita do recurso a tratamentos de repetição que não se tornam particularmente práticos para a vida do dia-a-dia.

Há outros tipos de drogas anticolinérgicas que reduzem a hiperidrose, como a oxibutinina, o glicopirrolato, o brometo de propantelina e a benzotropina, mas que podem ter efeitos secundários.

A nível cirúrgico, existem também várias opções. Uma delas é a destruição da glândula sudorípara, com recurso a lipoaspiração axilar ou a aspiração de glândulas, entre outras.

A simpaticectomia torácica endoscópica é outras das opções em termos de cirurgias. A STE, como também é conhecida, inclui cortes, queimaduras ou implantação de grampos no gânglio torácico do sistema nervoso simpático. A terceira cirurgia mais utilizada é a simpatectomia lombar, que consiste no corte da cadeia simpática na região lombar, com o objectivo de aliviar o excesso de transpiração intensa nos pés.

 

Dr. Miguel Trincheiras, demonstra o procedimento para tratar a Hiperhidrose com Botox.

 

Ainda tem dúvidas sobre a hiperidrose? Contacte-nos já e marque uma consulta, através do número +351 213 714 116 ou do endereço de correio electrónico geral@derme.pt.

Contacte-nos e/ou marque uma consulta