Faça a sua pergunta

Blog Derme

  • O que são Preenchimentos (fillers)?
    Concebidos para a eliminação de pregas, sulcos e rugas, os preenchimentos – ou «fillers», em inglês – são uma técnica estética extraordinariamente eficaz e pouco invasiva.
  • Tratamentos de Estrias
    As estrias são cicatrizes cutâneas da pele, que se referem a pequenas fracturas causadas à derme, por fenómenos de distensão dos tecidos e factores hormonais que fragilizam as fibras de colagénio.
  • Peeling: da Fama à Eficácia
    De uma forma global os peeling’s podem ser divididos em 3 tipos: os superficiais, os médios e os profundos
  • O que é a Calvície/Alopécia?
    A calvície é uma forma de alopécia que se caracteriza pela aparência progressiva de falta de cabelo na zona superior do couro cabeludo.
  • Acne: o demónio da adolescência
    O tratamento da acne varia de caso para caso e pode ser um processo moroso, variando consoante os tipos de pele e a agressividade da acne.
  • O que é o Laser de CO2?
    O laser de CO2 é a maior e mais utilizada arma terapêutica do dermatologista, pois tem um infindável leque de aplicações terapêuticas.

Remoção de manchas

remocao manchasO corpo humano, particularmente o rosto, pode ser afectado, por vezes, por manchas escuras muito desagradáveis. O nome técnico é Melasma e é o distúrbio pigmentar cutâneo mais frequente nas mulheres, mas que pode, igualmente, afectar os homens. A remoção de manchas desta patologia, consequência de um aumento de melanina na pele, pode ser efectuada de várias formas, embora a sua abordagem tenha de ser cautelosa para evitar um eventual agravamento da pigmentação.

Para saber mais sobre remoção de manchas, aconselhe-se com os nossos especialistas. Ligue já para +351 213 714 116 ou contacte-nos via Net, através do endereço de e-mail geral@derme.pt.

Causas

O melasma está associado às alterações hormonais, particularmente a nível dos estrogéneos e progesterona, que têm uma acção cruzada com a MSH (hormona de estimulação da melanogénese), associadas à exposição solar excessiva. A fotosensibilidade a certos medicamentos ou cosméticos e problemas na tiróide podem constituir factores de risco. Outras causas, ainda por esclarecer na sua íntegra, poderão estar igualmente envolvidas.

Avaliação

É importante a avaliação do melasma no sentido de definir a profundidade do pigmento que se pretende eliminar. Esta avaliação é realizada através da exposição a uma luz ultra-violeta (Luz de Wood) que consoante acentua ou, ao contrário, diminui a intensidade da pigmentação, nos dá a indicação da profundidade do mesmo e do grau de dificuldade na sua remoção. Por vezes o melasma tem um componente misto (superficial e profundo) e é necessário a utilização de técnicas sequenciais.

Remoção das manchas

O tratamento mais eficaz é também o mais intensivo. Para uma eficaz remoção de manchas, a dermatologia aconselha o uso de cremes despigmentantes associado a um eficaz processo de peeling (e eventual laser).

Peeling

O peeling superficial é a opção mais seleccionada pelos dermatologistas para a remoção das manchas do melasma, sobretudo porque é a prática mais segura. Consoante a intensidade do melasma, podem ser necessárias entre 3 e 5 sessões para a remoção de manchas, com intervalos de duas a quatro semanas entre elas.

Laser/Luz intensa pulsada

Apesar de ser um pouco mais agressivo, o tratamento a laser/luz intensa pulsada é mais intensivo e utilizado nos casos em que os cremes ou o peeling não tiveram êxito completo na remoção das manchas do melasma. Estas técnicas são a utilizar sempre com baixas energias e cuidados redobrados para evitar eventuais efeitos ricochete sobre a pigmentação.

Dúvidas acerca da remoção de manchas do melasma? Contacte-nos já e esclareça-as na hora ou marque uma consulta através do número +351 213 714 116 ou do endereço de correio electrónico geral@derme.pt.

Contacte-nos e/ou marque uma consulta