Faça a sua pergunta

Plasma rico em plaquetas

Rejuvenescer a pele com plasma rico em plaquetas! O que é, e como é possível tecnicamente a bioestimulação?

Plasma rico em plaquetas.

O sangue é um tecido extremamente complexo, constituído por água e inúmeras células, entre as quais as plaquetas, que transportadas pelo plasma asseguram a hemostase e reabilitação das áreas lesionadas.

No interior plaquetário, existe uma complexa diversidade de substâncias (RNA, mitocôndrias, glicoproteínas, factores de crescimento, etc) que actuam rápida e eficientemente na regeneração e cicatrização das estruturas vasculares e epiteliais.

O plasma, constituído por água, proteínas diversas, hormonas e inúmeras substâncias dissolvidas ou em suspensão, é o veículo que leva a todo o corpo tudo quanto necessita, incluindo os medicamentos que tomamos.

Então, sabendo que são as plaquetas iniciam o processo reparador, e o plasma o seu veículo no interior, basta transferir o processo para o exterior, obter uma concentração dessas células acima dos valores basais, e assim, mais rápida e eficaz será a reabilitação da pele!

A técnica laboratorial para obtenção do produto final, concentrado plaquetário e a sua aplicação na pele, há muito que é realizada na derme.pt com sucesso e benefícios comprovados no tratamento de diversas patologias e procedimentos estéticos.

Técnica laboratorial

plasma rico em plaquetas 2Em primeiro lugar, tem de ser feita a recolha de uma amostra de sangue do paciente para análise hematológica (hemograma) com o objetivo de conhecer a qualidade e quantidade das células plaquetárias.

Se tudo está bem, o profissional qualificado com o material adequado e em condições de assepsia rigorosas, executa a técnica laboratorial:

  • Punção venosa para obtenção de 10 a 20 ml de sangue (quantidade que varia de acordo com a extensão da lesão a tratar) em tubo com anticoagulante;
  • Centrifugação durante 8 minutos a 3 800 rotações por minuto;
  • Separação do plasma concentrado em plaquetas dos eritrócitos e outras células;
  • Aplicação imediata do produto final, pelo médico dermatologista, através do método mesoterapêutico. A aplicação é rápida e com o mínimo de desconforto, mas a anestesia local é sempre de considerar.

 

plasma rico em plaquetas 3

 

Bioestimulação

No interior do organismo saudável as plaquetas mantêm-se inativas, mas se ocorre uma lesão, acorrem ao local, multiplicam-se e ligam-se entre si formando o rolhão plaquetário (trombo) que permite parar a hemorragia.

Além disso, libertam inúmeros fatores de crescimento (PDGF, EGF, VEGF, TGF, etc) que vão estimular a produção de novos vasos sanguíneos, colagénio, células epiteliais e activam os macrófagos que removem bactérias e outros materiais estranhos.

O PRP, também possui fibrina, fibronectina e vitronectina e outras proteínas que promovem a adesão celular.
Esta cascata de ligações e activaçôes resulta numa resposta biológica, conducente à reparação, regeneração e cicatrização dos tecidos, potencia a eficácia e reduz em 40% o tempo de regeneração.

Quem pode beneficiar com o tratamento de plasma enriquecido com plaquetas? Quais as advertências?

Tire todas as dúvidas e descubra connosco um mundo de oportunidades para dar vida à sua pele!

Excluindo hemofílicos e pacientes com tumores sanguíneos ou na área a tratar, todas as pessoas podem usufruir com ”PRP” tendo em conta que é um tratamento seguro e 100% biocompatível, podendo ainda combinar-se com outros tratamentos estéticos.

É um tratamento excelente a nível preventivo a partir dos 30/35 anos de idade, e correccional em qualquer idade, sendo que o número de sessões dependerá sempre da cronicidade e/ou severidade das patologias, extensão da zona a tratar e vitalidade dos tecidos.

Resulta eficazmente na celulite (resultado visível em 15 dias), estrias e acne, rugas e contorno dos lábios, rejuvenescimento facial e capilar, etc., e acelera a cicatrização resultante de procedimentos estéticos mais invasivos.

Os tratamentos não limitam o quotidiano, deve-se evitar actividade física intensa e a ingestão de medicamentos anti-inflamatórios, e seguir algumas orientações médicas.

 

Hiperidrose

hiperidroseO que é Hiperidrose?

A hiperidrose caracteriza-se pela transpiração anormalmente aumentada, muito para além do necessário para a regulação da temperatura corporal. Normalmente, a hiperidrose provoca mãos frias e húmidas, desidratação e infecções secundárias na pele. No seu estado extremo, pode provocar, inclusive, a maceração da pele.

A hiperidrose também tem consequências a nível psicológico e do estilo de vida das pessoas, uma vez que quem padece de hiperidrose, normalmente, não consegue realizar algumas tarefas consideradas rotineiras.

Evitam-se os apertos de mão, escondem-se as embaraçosas manchas de suor nas axilas e, quanto ao contacto com os outros, só o imprescindível.

Para saber mais sobre a hiperidrose e os tratamentos disponíveis, contacte-nos pelo telefone +351 213 714 116 ou pelo endereço de e-mail geral@derme.pt.

 

Tratamentos da Hiperidrose

Os anti-transpirantes de aplicação tópica revelam-se, na maioria dos casos, insuficientes para o controlo da hiperidrose quer axilar, quer das mãos e pés. A maior parte deles recorre ao uso de sais de alumínio na sua formulação, que podem ter um efeito irritativo cutâneo.

De entre os tratamentos mais utilizados para combater a hiperidrose inclui-se o recurso à infiltração local de toxina botulínica tipo A (Botox, Azzalure, Dispor, Boccoture,…) que funcionam como inibidores do funcionamento das glândulas sudoríparas, sendo que os efeitos duram entre 9 a 12 meses.

O recurso à ionização local (iontoforese) é uma técnica relativamente eficaz mas que necessita do recurso a tratamentos de repetição que não se tornam particularmente práticos para a vida do dia-a-dia.

Há outros tipos de drogas anticolinérgicas que reduzem a hiperidrose, como a oxibutinina, o glicopirrolato, o brometo de propantelina e a benzotropina, mas que podem ter efeitos secundários.

A nível cirúrgico, existem também várias opções. Uma delas é a destruição da glândula sudorípara, com recurso a lipoaspiração axilar ou a aspiração de glândulas, entre outras.

A simpaticectomia torácica endoscópica é outras das opções em termos de cirurgias. A STE, como também é conhecida, inclui cortes, queimaduras ou implantação de grampos no gânglio torácico do sistema nervoso simpático. A terceira cirurgia mais utilizada é a simpatectomia lombar, que consiste no corte da cadeia simpática na região lombar, com o objectivo de aliviar o excesso de transpiração intensa nos pés.

 

Dr. Miguel Trincheiras, demonstra o procedimento para tratar a Hiperhidrose com Botox.

 

Ainda tem dúvidas sobre a hiperidrose? Contacte-nos já e marque uma consulta, através do número +351 213 714 116 ou do endereço de correio electrónico geral@derme.pt.

Rugas e flacidez

rugasHá novas armas na dermatologia estética para o combate às rugas e flacidez, um dos maiores desafios estéticos das mulheres e homens do século XXI. Graças a elas, as rugas e flacidez passam a ser um aspecto estético de correcção relativamente fácil e harmonioso.

Consulte já e conheça os novos métodos e tratamentos. Ligue já para +351 213 714 116 ou contacte-nos via e-mail para geral@derme.pt e coloque-nos todas as suas dúvidas.

A flacidez resulta do empobrecimento e degradação natural do colagénio e elastina, que são as fibras responsáveis pela sustentação da pele. No entanto, mesmo pessoas mais jovens podem notar sinais de flacidez no corpo.

A verdade é que, novos ou velhos, ninguém gosta de uma pele flácida e sem elasticidade, seja qual for a sua causa. E, como tal, surgem, dia-a-dia, tratamentos mais eficazes contra as rugas e flacidez.

Tratamentos de Rugas

Para combater as rugas e flacidez com sucesso, há vários tipos de tratamentos disponíveis:

  1. Botox®: a toxina botulínica continua a ser uma grande arma no combate às rugas, em particular as rugas de expressão faciais. A escolha do tipo de toxina varia de médico para médico, por isso aconselhe-se com o seu dermatologista.
  2. Preenchimentos (fillers): Mundialmente famoso, o ácido hialurónico, que é uma molécula sintetizada pela própria derme, capaz de reter até cerca de 1000 vezes o seu peso em água, é a mais utilizada e conhecida a nível mundial, confiável e de resultados comprovados no combate às rugas e flacidez. Outros materiais podem ser usados, nomeadamente a policaprolactona, a hidroxiapatite de cálcio ou o ácido polilático, que têm um efeito de bio-estimulação dos fibrosblastos para além do efeito de preenchimento imediato.
  3. O plasma enriquecido em plaquetas (PRP): Consiste na administração por técnica de mesoterapia cutânea do plasma da própria pessoa, devidamente tratado e enriquecido em plaquetas, com conteúdo em activadores celulares e moléculas que promovem a transformação das células indiferenciadas (estaminais) em células com competência local para produção de novos elementos dérmicos (fibras e moléculas da substância fundamental da derme), conferindo-lhe um aspecto renovado, luminoso e tenso.
  4. Laser fraccionado: trata rugas, flacidez e cicatrizes, tem acção térmica e remove parte da epiderme, estimulando a retracção do colagénio degradado e a produção de novo colagénio pelos fibroblastos. Não deixa cicatrizes, alisa a superfície cutânea, é de recuperação muito rápida e dispensa incisões cutâneas. Normalmente, são necessárias 1 a 3 sessões.
  5. Radiofrequência: Baseia-se na resistência que os tecidos mais profundos opõem à passagem de ondas de radiofrequência entre dois polos da peça de mão, transformando essas ondas em energia térmica que vai aquecer os tecidos, induzir alguma contracção do colagénio e estimular o metabolismo quer dos fibroblastos (produção colagénio e fibras elásticas) quer das células adiposas (de gordura) no sentido da degradação das mesmas.
  6. Cirurgia: Quando resta ainda um excesso de pele, após as técnicas anteriores executadas, e termos melhorado a textura cutânea no que respeita a firmeza, elasticidade, hidratação, pigmentação e anomalias vasculares, resta-nos o recurso à cirurgia, extremamente eficaz neste tipo de correcção final.

Ficou com dúvidas acerca da remoção de rugas e flacidez? Contacte-nos já e esclareça-as na hora ou marque uma consulta através do número +351 213 714 116 ou do endereço de correio electrónico geral@derme.pt.

download ebook rugas


Contacte-nos e/ou marque uma consulta